Falta de doses suspende aplicação com a Coronavac em Santo Ângelo

Falta de doses suspende aplicação com a Coronavac em Santo Ângelo

Município aguarda nova remessa do imunizante para voltar a aplicar a dosagem de reforço no público-alvo

Felipe Dorneles

publicidade

O município de Santo Ângelo informa a falta de doses da vacina Coronavac para a aplicação da segunda dose. O secretário municipal de Saúde, Flávio Christensen, disse que o ritmo da campanha de imunização está mais lento em função do atraso na produção das vacinas pelo Instituto Butantan, de São Paulo, retardando o repasse das doses ao Ministério da Saúde.

Na manhã desta terça-feira, apenas 326 pessoas foram imunizadas com a segunda dose. No Centro de Cultura, a vacinação precisou ser suspensa por falta do produto e o público que aguardava foi orientado a esperar o próximo calendário de vacinação, que será divulgado assim que nova remessa chegar ao município. A vacinação no sistema drive-thru, programada para os dias 28 de abril e 4 de maio, está suspensa até que o Instituto Butantan normalize o abastecimento.

A situação não impede a continuidade do calendário programado para a vacinação da AstraZeneca/FioCruz, que segue no Centro de Cultura, para pessoas acima dos 60 anos que ainda não receberam a primeira dose. Nesta terça, ocorreu a aplicação da dosagem complementar em trabalhadores da saúde.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895