Família espera que contadora esteja viva e volte para casa em Boa Vista das Missões

Família espera que contadora esteja viva e volte para casa em Boa Vista das Missões

Até o momento, dois suspeitos foram presos durante as investigações do desaparecimento

Agostinho Piovesan

Sandra Trentin está desaparecida desde o dia 30 de janeiro

publicidade

“A gente vive momentos de apreensão e esperança de que a mãe esteja viva. Vivemos momentos de muita expectativa. A gente reza para que tudo se encaminhe da melhor maneira possível e tenhamos a mãe conosco o quanto antes”. Foi o que disse na tarde dessa terça-feira, Rômulo Trentin, o filho mais velho da contadora Sandra Lovis Trentin, 48 anos, desaparecida desde o dia 30 de janeiro. Além de Rômulo, Sandra é mãe de mais três meninas. A família reside em Boa Vista das Missões. 

Rômulo afirma que a família aguarda o desfecho das investigações da Polícia Civil (PC) para que tudo seja esclarecido e que seja colocado um ponto final “neste drama sem fim”. Segundo ele, os familiares praticamente não recebem informações da Polícia. “Eles não dão detalhes, mas estão fazendo o trabalho e a gente confia nas investigações”, afirmou Rômulo. Nos últimos dias, foi grande a movimentação de policiais em Boa Vista das Missões e cidades próximas. Na Delegacia de Polícia de Palmeira das Missões foram ouvidas dezenas de pessoas.  

Até o momento, duas pessoas foram presas, o marido de Sandra, de 47 anos, que é integrante da Câmara de Vereadores de Boa Vista, e um jovem de 22 anos, cujo o nome não foi divulgado. 

No dia do desaparecimento, Sandra disse no escritório da família que iria a Palmeira das Missões. Na oportunidade, a contadora afirmou que iria fazer um exame. Foi descoberto, pelas imagens de câmeras, que ela esteve na Junta Comercial da cidade.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895