Firmado termo de gestão do Centro Especializado em Reabilitação de Novo Hamburgo
capa

Firmado termo de gestão do Centro Especializado em Reabilitação de Novo Hamburgo

Local estava fechado por falta de recursos que garantissem a execução de seus serviços

Por
Stephany Sander

O prédio conta com uma área construída de 1.928 metros quadrados e está localizado no bairro Rondônia.

publicidade

Foi assinado nessa quarta-feira o termo de colaboração entre a prefeitura de Novo Hamburgo e o Grupo Solução em Gestão, que fará o gerenciamento do Centro Especializado em Reabilitação (CER). Com as obras concluídas no ano passado, o prédio, que conta com uma área construída de 1.928 metros quadrados e está localizado no bairro Rondônia, estava fechado por falta de recursos que garantissem a execução de seus serviços.

Segundo a prefeita de Novo Hamburgo, Fátima Daudt, neste primeiro momento serão atendidos no local apenas moradores da cidade. "Este espaço, que é grandioso, é destinado para toda a região, no entanto, não temos orçamento para esta demanda. Ainda assim, queremos ver este local operando. Por conta disso, enquanto aguardamos a habilitação do Ministério da Saúde para garantir verbas, abrimos as portas para os nossos moradores", explica, destacando que ainda estão sendo realizados pequenos serviços no prédio mas que no prazo de 30 dias as atividades serão iniciadas.

O valor da obra do CER, iniciada em 2015, soma mais de R$ 5 milhões de investimentos, via Governo Federal, além de mais R$1, 9 milhões para a aquisição de equipamentos. O Centro Especializado em Reabilitação é de porte 4, destinado a atenção à saúde das pessoas com deficiência, e necessidade de reabilitação auditiva, física, intelectual e visual, a partir do encaminhamento via SUS. Além de consultórios nas quatro áreas de atendimento, salas e equipamentos para reabilitação e cozinha para o uso dos acompanhantes dos pacientes, o centro contará ainda com espaços como o Jardim dos Sentidos, com foco em estímulos sonoros, olfativos e táteis, e o Caminho Sensorial, onde os pacientes serão estimulados a percorrerem descalços determinada área especialmente preparada para isso. Além do atendimento no local, o paciente que necessitar receberá equipamentos como cadeira de rodas, próteses e aparelhos auditivos gratuitamente.

Quando habilitado para atender em nível regional, o CER contará com uma equipe de cerca de 100 profissionais e a expectativa é de realizar 700 atendimentos por mês. Serão destinados mais de R$ 400 mil mensais para manter o espaço em funcionamento, totalizando mais de R$ 4 milhões por ano. Além de Novo Hamburgo, pacientes das cidades de Araricá, Cambará do Sul, Campo Bom, Dois Irmãos, Estância Velha, Igrejinha, Ivoti, Lindolfo Collor, Morro Reuter, Nova Hartz, Parobé, Portão, Presidente Lucena, Santa Maria do Herval, São Leopoldo, Sapiranga, São José do Hortêncio, Riozinho, Rolante, São Francisco de Paula, Taquara e Três Coroas serão encaminhados para os atendimentos.