Fiscalização autua 20 ônibus por excesso de passageiros em Canoas

Fiscalização autua 20 ônibus por excesso de passageiros em Canoas

Metroplan realizou blitz nesta segunda-feira

Fernanda Bassôa

Foram abordados 45 ônibus do transporte público metropolitano

publicidade

Uma blitz realizada pelas equipes de fiscalização da Metroplan na manhã desta segunda-feira, em Canoas, abordou 45 ônibus de transporte público metropolitano, 23 da empresa Transcal e 22 da empresa Vicasa. Devido ao excesso de passageiros, 20 veículos acabaram sendo autuados. Entretanto, os fiscais não identificaram nenhuma omissão de horário.

A ação, acompanhada pelo secretário de Articulação e Apoio aos Municípios do Estado, Luiz Carlos Busato, também teve como objetivo verificar as condições de funcionamento do transporte coletivo, bem como o cumprimento das normas editadas para o período de pandemia, e condições (sanitárias) gerais de higienização e ventilação. 

Na última sexta-feira, ocorreu a assinatura do termo de ajustamento de conduta, onde a empresa Vicasa de comprometeu a implantar um plano de melhorias para atender os usuários de maneira mais digna e com mais comodidade. Conforme o documento, a empresa Transcal passa a operar as linhas Estância Velha a Porto Alegre, Industrial a Porto Alegre, e a linha semidireta Guajuviras a Porto Alegre/Praia de Belas.

As linhas de Integração estão circulando com ônibus da categoria executivo, porém o preço cobrado é da categoria convencional. Para as linhas Canoas à Capital e vice-versa foram destacados veículos da categoria convencional com ar-condicionado. No total, são 40 ônibus, com aumento de 110% no número de viagens, passando de 244 para 514.

Busato garante que as equipes seguirão fiscalizando a operação e ao final de 45 dias deverá ser feita uma análise geral da situação. “Vamos decidir qual será o destino do transporte metropolitano em Canoas", comentou ele.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895