Governo anuncia novos leitos em hospital de Santa Maria

Governo anuncia novos leitos em hospital de Santa Maria

Serão 20 leitos clínicos, 20 para pacientes com o novo coronavírus e 10 leitos de UTI

Renato Oliveira

Até o fim desta semana, é esperada a chegada de todo o enxoval aos leitos, por meio de doação.

publicidade

As tratativas da prefeitura de Santa Maria e o apoio de entidades e instituições civis e militares para a efetivação da abertura de leitos clínicos e de UTI do Hospital Regional foram um dos destaques da live do governador do Estado, Eduardo Leite, na tarde dessa terça-feira. A garantia é de que, na próxima semana, sejam abertos os primeiros 20 leitos clínicos e, até o fim deste mês, outros 20 para tratamento de pacientes com coronavírus. Ainda estão previstos 10 leitos de UTI no complexo hospitalar, como retaguarda do Sistema Único de Saúde (SUS) no enfrentamento da pandemia.

“A previsão é de abertura para a próxima semana com uma grande parceria da comunidade de Santa Maria e da Prefeitura, por meio do prefeito Jorge Pozzobom. São doações para colocar o hospital em funcionamento o mais rápido possível. Esse é o nosso objetivo”, reforça Leite.

O prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom, também fez questão de enfatizar a importância das parcerias para a efetivação dos atendimentos aos pacientes, entre eles, o Exército, o Ministério Público, o Sindicato da Indústria da Construção Civil de Santa Maria (Sinduscon) e Receita Federal. "O enfrentamento ao coronavírus está ocorrendo em diferentes frentes. Uma delas é a abertura dos 40 leitos clínicos e mais 10 de UTI no Hospital Regional. Estamos fazendo um esforço conjunto neste momento tão delicado", destacou o chefe do Executivo.

“Com essa rede de solidariedade local, estamos vendo concretamente a possibilidade de abrir o Regional para preencher o vazio de leitos e tendo a segunda etapa, os leitos de UTI”, reforça a secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann, presente na live junto ao governador.

As doações ao Hospital Regional começaram ainda no início do mês de abril, com a destinação de mobiliários de uma clínica desativada em que o Exército realizou todo o transporte dos objetos. A instituição de saúde também recebeu 53 aparelhos de ar-condicionado destinados pela Receita Federal no município. Já a instalação desses aparelhos é feita pelo Sinduscon. Até o fim desta semana, é esperada a chegada de todo o enxoval aos leitos, também por meio de doação.

Em 18 de março, o prefeito Jorge Pozzobom teve a garantia do repasse de R$ 7,2 milhões de recursos públicos para a viabilização de adequações na estrutura física do Hospital Regional. Esse trabalho está sendo finalizado com a supervisão do Instituto de Cardiologia - Fundação Universitária de Cardiologia (FUC), que administra o hospital.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895