Gravataí lança estação pública de recarga para veículos elétricos

Gravataí lança estação pública de recarga para veículos elétricos

Usuário pagará somente pelo uso da vaga, não pelo consumo de energia

Fernanda Bassôa

O primeiro veículo carregado foi um Chevrolet Bolt

publicidade

A Prefeitura de Gravataí inaugurou, nesta quarta-feira, um ponto público para recarga de carros elétricos, incluindo o município no circuito da mobilidade elétrica e incentivando a redução de impactos causados pelo uso de combustíveis fósseis. O acionamento do posto de recarga foi feito pelo prefeito Luiz Zaffalon, ao lado do diretor de Relações Institucionais da General Motors na América do Sul, Adriano Barros. O primeiro veículo carregado foi um Chevrolet Bolt. O serviço, em parceria com a Zona Azul Brasil, está localizado na Praça da Bíblia, na avenida José Loureiro da Silva, em frente ao prédio da prefeitura.

A estrutura, que inicialmente estará disponível de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, das 9h às 13h, permitirá a utilização diária por veículo e contará com equipamento da e-Volvo. Segundo a Administração, que deve monitorar a demanda e avaliar futuras ampliações, o usuário pagará somente pelo uso da vaga, não pelo consumo de energia. O tempo total previsto para o carregamento completo é de duas horas.

Segundo o prefeito, investir em tecnologia e estimular práticas sustentáveis não só auxiliam na preservação ambiental como também atraem maior crescimento econômico para o município. “Trata-se de um projeto-piloto inovador. Queremos Gravataí à frente de novas soluções e aberta a receber o que há de mais atual. Por isso, nos empenhamos cada vez mais em uma legislação moderna, fomentando novos investimentos.”

Além de auxiliar os motoristas residentes em Gravataí que já possuem veículos compatíveis, o objetivo é atrair para a cidade novos usuários que identifiquem o ponto de recarga em aplicativos de mapeamento. “Esta cooperação entre público e privado reforça o quanto estamos cientes da ascensão desta nova tecnologia automotiva e o quanto iremos beneficiar diversos setores da região”, ressaltou o diretor de Operações da Zona Azul Brasil, Claudinei Barduque.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895