Hospital de Caridade de Carazinho aumenta capacidade de geração de oxigênio

Hospital de Caridade de Carazinho aumenta capacidade de geração de oxigênio

Medida foi viabilizada pensando na demanda de consumo do oxigênio que cresceu com a pandemia

Agostinho Piovesan

Usina quadriplica a capacidade de geração de oxigênio

publicidade

A direção do Hospital de Caridade de Carazinho (HCC), no Norte do Estado, anunciou a aquisição de uma nova Usina de Geração de Oxigênio, estrutura que quadruplica a capacidade de geração de oxigênio total da casa de saúde.

Segundo o presidente do HCC, Jocélio Cunha, a medida foi viabilizada pensando na demanda de consumo do oxigênio que cresceu de forma exponencial a partir do atendimento de pacientes afetados pelo Covid-19, além de outras doenças. O investimento de R$ 750 mil leva em conta, ainda, a expansão da instituição que deve ocorrer no futuro.

A usina opera com dois concentradores, os quais produzem juntos 40 metros cúbicos de oxigênio a 95% de pureza. “Esse tipo de Usina, utiliza a tecnologia de Pressure Swing Adsorption (PSA), que através de uma peneira molecular, faz a geração de Oxigênio Medicinal, o qual é utilizado pelos pacientes em tratamento médico”, disse Cunha. Ele lembra que a usina segue todos os padrões técnicos preconizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O presidente do HCC afirma que investir na estrutura e em equipamentos de qualidade vem sendo prática constante para melhor atender a população de Carazinho e municípios próximos. “A tecnologia de ponta na gestão hospitalar deve ser trabalhada constantemente para oferecer uma assistência médica avançada de qualidade, com equipamentos, recursos diagnósticos e terapêuticos”, observa.

A direção do hospital afirma, ainda, que esta nova e moderna Usina vem ao encontro do planejamento estratégico da casa de saúde e que está trazendo grandes benefícios a toda população regional. Além de suprir o consumo atual de oxigênio utilizado no HCC, incluindo a UTI Covid-19 e a UTI geral, a nova usina também comporta uma expansão futura da Instituição, dentre elas a nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que contará com 10 leitos, e que está na fase final de construção.

Atualmente, o HCC possui 156 leitos. São nove leitos de UTI Covid-19, com ocupação total nesta terça-feira. Além disso, conta com 16 leitos clínicos Covid, dos quais 13 estão ocupados.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895