Hospital Santa Terezinha de Erechim realiza mais de 1,2 mil cirurgias em dois meses

Hospital Santa Terezinha de Erechim realiza mais de 1,2 mil cirurgias em dois meses

A Casa de Saúde também está levantando dados de todas as portas de entrada do hospital

Agostinho Piovesan

Os últimos indicadores apontam para uma média mensal de 645 procedimentos cirúrgicos

publicidade

A partir da melhora dos indicadores da epidemia do Covid-19, o Hospital Santa Terezinha retomou várias ações e serviços de saúde. A direção da casa de saúde detalha que, tomando como base os números do Bloco Cirúrgico, verificou-se que nos dois últimos meses deste ano foram realizados 1.291 procedimentos cirúrgicos, sendo 675 em setembro e 617 em outubro.

Segundo o diretor Executivo da STE, Jackson Arpini, a realidade começa a voltar ao normal em vários setores incluindo o atendimento em geral na área da saúde. “Estamos atravessando um período positivo com relação aos indicadores epidemiológicos da epidemia, por essa razão e em virtude das flexibilizações, muitos segmentos começam a voltar a ‘normalidade’, inclusive, as Casas de Saúde”, observa.

Veja Também

Arpini afirma que, observando o levantamento dos procedimentos realizados pelo hospital é visível a retomada de várias ações e serviços de saúde. A Casa de Saúde também está levantando dados de todas as portas de entrada do hospital. Os últimos indicadores quanto aos procedimentos cirúrgicos apontam para uma média mensal de 645 procedimentos, numa média diária de 29 cirurgias, o que fica claro o retorno das cirurgias no ambiente Sistema Único de Saúde (SUS).

A direção do HST detalha que nesse quantitativo de cirurgias/dias uma parte são procedimentos de urgência emergência, algumas do fluxo normal de um hospital desta natureza com mais de 180 leitos SUS e, também uma parte são de procedimentos represados, que começam a ser realizados numa escala maior”.

O HST informa, ainda, que em determinadas áreas já estão ocorrendo mutirões, como é o caso da traumato-ortopedia, no qual foi destinado um valor de uma emenda parlamentar destinada para esses procedimentos. Igualmente outras áreas estão avançando nas cirurgias eletivas, no sentido de minimizar o represamento ocorrido em virtude da pandemia.

“Estamos concentrando esforços no sentido de atender o fluxo normal advindo do dia a dia de um hospital de referência local, regional e macrorregional para o sistema público de saúde, bem como ampliar a estrutura física e de recursos humanos para ampliar os serviços com o propósito de reduzir as filas de espera”, anunciou o diretor Administrativo, Márcio Pires. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895