Inaugurada primeira cela LGBTI da Penitenciária do Rio Grande

Inaugurada primeira cela LGBTI da Penitenciária do Rio Grande

Iniciativa surgiu a partir de uma parceria entre a administração da penitenciária e a OAB local.

Angelica Silveira

Espaço na Penitenciária do Rio Grande tem capacidade para seis detentos

publicidade

A primeira cela voltada ao público LGBTI do sul do Estado foi inaugurada na manhã desta quarta-feira. O espaço está instalado na Penitenciária do Rio Grande (PERG) e tem capacidade para seis detentos. A iniciativa surgiu a partir de uma parceria entre a administração da penitenciária e a OAB local.   

Conforme o Presidente da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB em Rio Grande, Márcia Laurino, a ideia surgiu a partir de um estudo para saber como esta população vive encarcerada. “Conversamos com a psicológa da PERG que nos relatou casos de brigas, violência física e sexual envolvendo detentos gays da casa prisional”, disse. “As mulheres trans também não são aceitas na galeria masculina. Diante disto, procuramos a direção da penitenciária. Fizemos uma campanha há dois meses no comércio e há um mês levamos o material a PERG e foi realizada a obra”, relatou.  

A cela tem três beliches e , segundo Márcia, não tem privilégios. Quem quiserir pra lá deve passar por entrevista com a psicóloga e com a assistente social e também ter decisão favorável da justiça. “Na PERG há duas mulheres trans e dois casais lésbicos. Os gays não se identificam, muitos por medo. A ideia é que com a nova cela eles possam se assumir”, ressaltou.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895