Incêndio destrói dois pavilhões de fábrica de doces em Lajeado

Incêndio destrói dois pavilhões de fábrica de doces em Lajeado

As causas do incêndio ainda não foram divulgadas

Tais Teixeira

Fogo atingiu dois pavilhões do local

publicidade

A fábrica Florestal Alimentos, uma das principais fábricas de doce do país, localizada em Lajeado, no Vale do Taquari, teve parte das instalações destruídas por um incêndio de grandes proporções, que começou por volta das 2h45 da madrugada de sábado para domingo. O corpo de bombeiros foi acionado pelo vigilante da empresa.

O fogo começou no pavilhão central de produção de pirulitos, uma estrutura em torno de 5 mil m2, que ficou destruída.Segundo o primeiro tenente do 6º Batalhão de Bombeiro Militar de Santa Cruz do Sul, Paulo Cesar Sulzback, ao controlarem o fogo dessa instalação, percebeu-se que uma fumaça escura e densa saía do prédio da administração, com 2 mil m2, o que se caracteriza como  um indício de explosão.” O prédio é envidraçado, tem piso de PVC emborrachado e por baixo há a fiação elétrica, uma localização que dificulta a chegada da água”, esclarece. 

Por volta das 14h, a corporação decidiu usar o líquido gerador de espuma, LGE, que misturado à água forma uma espuma mecânica, para reduzir o risco de explosão. “Atua no resfriamento e no abafamento do local, o que impede a manutenção do calor e possível explosão”, explica. As causas do incêndio ainda não foram divulgadas.

O trabalho continuou no domingo à tarde, sendo que, por volta das 14h, 18 bombeiros dos batalhões de Lajeado, Estrela, Encantado, Venâncio Aires, que integram o 6º Batalhão, estavam envolvidos, com cinco caminhões tanque, contabilizando mais  em torno de 80 mil litros de água usados até o momento. A Florestal Alimentos tem mais de 80 anos de atuação. O diretor-geral, Maurício Weiand, ainda não tinha se pronunciado no momento desta edição. 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895