"Leilão de Aperos" vence a 41ª Califórnia de Uruguaiana
capa

"Leilão de Aperos" vence a 41ª Califórnia de Uruguaiana

Final contou com 12 canções disputando os três principais troféus e premiação paralela

Por
Fred Marcovici

41ª Califórnia de Uruguaiana, matriz dos festivais gaúchos, ocorreu na noite desse sábado

publicidade

A 41ª Califórnia Canção Nativa do Rio Grande do Sul – matriz dos festivais gaúchos, nascida em Uruguaiana há 48 anos – se encerrou na madrugada deste domingo no Teatro Municipal Rosalina Pandolfo Lisboa. A milonga “Leilão de Aperos”, composição de Flávio Saldanha e Nilton Ferreira e com interpretação de Vinícius Brum, venceu a Calhandra de Ouro 2019, que ficou também com o prêmio de melhor letra. 

A Calhandra de Prata e Canção Popular, eleita pelo público, foi o valseado “Guria”, trabalho de Jaime Ribeiro e Maxsoel Bastos de Freitas, interpretada por Nicole Carrion, também escolhida como melhor intérprete. E a Calhandra de Bronze ficou com “O Anjo e o Louco”, uma mazurca de Vaine Darde e Lenin Nunes e solistas Loma e Lenin. Melhor instrumentista foi escolhido Felipe Goulart. 

Entre os momentos emocionantes da edição está a homenagem a Mário Barbará Dornelles pelo intérprete Maurício Barcellos e grupo. Marinho, que faleceu em maio de 2018, representou uma das fases mais brilhantes do evento com músicas imortalizadas, a exemplo de "Desgarrados", "Campesina", "Colorada" e "Roda Canto", trabalhos estes com os parceiros Sérgio Napp e Apparício Silva Rillo. 

A final contou com 12 canções disputando os três principais troféus e premiação paralela. No intervalo que antecedeu os premiados, o uruguaianense João de Almeida Neto interpretou sucessos do movimento, que emocionou público presente.