Leitos de UTI do Hospital de Caridade de Canguçu reabrem na próxima quarta-feira

Leitos de UTI do Hospital de Caridade de Canguçu reabrem na próxima quarta-feira

Local deixou de receber pacientes em 2016, devido a problemas financeiros

Angélica Silveira

O alvará sanitário expedido pela Vigilância Estadual foi emitido nesta terça-feira

publicidade

Uma espera de quase cinco anos está chegando ao fim em Canguçu, no Sul do Estado. A UTI, com dez leitos que deixou de receber pacientes em 2016, por problemas financeiros do Hospital de Caridade será reaberta a partir das 8h da próxima quarta-feira. O processo para retomada, com levantamento de materiais, equipes e insumos necessários, começou no final de 2019.

Em torno de R$ 1 milhão foram gastos para a reabertura. Os custos foram do Judiciário, em parceria com o Rotary Club, Secretaria Municipal de Saúde, Câmara de Vereadores, além de emendas parlamentares. O Hospital Moinhos de Vento fez a doação das camas.

O alvará sanitário expedido pela Vigilância Estadual foi emitido nesta terça-feira. “Como são necessárias capacitações de profissionais e o fechamento das escalas de trabalho, marcamos a reabertura para o próximo dia 9”, disse a gestora do hospital, Miriam Neutzling. Para trabalhar no setor foram contratadas aproximadamente 30 pessoas entre enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeuta e para o setor de higienização. Houve ainda a contratação de médicos rotineiros. A UTI Geral Adulta tem dois dos dez leitos que podem ser usados para pacientes com coronavírus ou outras doenças infectocontagiosas.

O hospital é referência para as cidades de Morro Redondo e Santana da Boa Vista. “Caso seja necessário e haja leitos disponíveis, ficarão à disposição da Central de Regulação do Estado”, explica a gestora. O hospital tem 114 leitos clínicos. Destes, 96 são destinados a pacientes do SUS.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895