Levantamento sobre Aedes aegypti inicia em Estância Velha
capa

Levantamento sobre Aedes aegypti inicia em Estância Velha

Índice de infestação na cidade chegou a 3,9% na última pesquisa, considerado de médio risco

Por
Stephany Sander

O objetivo das visitas é procurar larvas do mosquito Aedes aegypti

publicidade

Foi iniciado o terceiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), na cidade de Estância Velha. O trabalho é feito pelos agentes de endemias da Vigilância em Saúde em parceria com as agentes de saúde. O bairro Floresta foi alvo da busca pelo mosquito que transmite dengue, zika e chikungunya durante a semana.

O objetivo das visitas é procurar larvas do mosquito Aedes aegypti não só nas residências, mas também em terrenos baldios, praças e fundos de comércios. Os dados obtidos serão enviados até o dia 6 de setembro para a Secretaria Estadual de Saúde para levantamento.

Na última pesquisa realizada, o índice de infestação no município chegou a 3,9%, considerado de médio risco, segundo a coordenadora da Vigilância em Saúde, Denise Medeiros Teixeira. “O apoio das agentes de saúde é fundamental para que esta atividade aconteça”, afirma.