Lobo-marinho é solto na Praia do Cassino
capa

Lobo-marinho é solto na Praia do Cassino

O animal havia sido encontrado em 8 de janeiro na praia do Hermenegildo e passou por tratamento

Por
Correio do Povo

O lobo-marinho voltou ao seu habitat natural

publicidade

Equipes técnicas do Centro de Recuperação de Animais Marinhos (Cram) e do Projeto Pinípedes do Sul, vinculado ao Núcleo de Educação e Monitoramento Ambiental (Nema), realizaram na quarta-feira (13) a soltura de um lobo-marinho-do-sul juvenil (Arctocephalus australis), no Balneário Cassino. 

O animal havia sido encontrado em 8 de janeiro na praia do Hermenegildo, por moradores que solicitaram o resgate à Secretaria do Meio Ambiente de Santa Vitória do Palmar. O animal estava debilitado, magro e com ferimentos, e foi resgatado por meio do Departamento de Proteção ao Meio Ambiente. Ele foi submetido a tratamento que contou com suplementação vitamínica, antibioticoterapia, administração de antiparasitário e anti-inflamatório.

Desde 1974, o Centro desenvolve o trabalho de resgate e tratamento de animais marinhos encontrados nas praias do Rio Grande do Sul, com o objetivo de reintroduzir os animais aos seus habitats naturais. O lobo-marinho-de-sul é um mamífero que possui distribuição geográfica no continente sul-americano e tem população mundial da espécie é estimada entre 350.000 e 400.000 animais.