Localidades de Santa Cruz do Sul recebem placas bilíngues
capa

Localidades de Santa Cruz do Sul recebem placas bilíngues

Sinalização traz identificação dos locais em português e alemão

Por
Otto Tesche

Placas ajudam a contar um pouco da história da região

publicidade

A Prefeitura de Santa Cruz do Sul concluiu a instalação de dez placas em diversos pontos do município com a indicação em português e os nomes originais em alemão, dados pelos imigrantes há 170 anos. Entre os locais já identificados estão o Acesso Grasel e as localidades de Linha Santa Cruz, Linha Áustria, Linha Travessa, Linha Nova, Linha Andrade Neves e Alto Linha Santa Cruz.

A assistente administrativa da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Silvani Frantz, afirma que a ação coloca em prática uma lei municipal que foi aprovada em 2010. “Foram escolhidas localidades onde começou o povoamento do município justamente porque as comemorações dos 170 anos de imigração estão se aproximando”, explica.

Silvani informou que a instalação ocorreu por meio de uma parceria com a Secretaria Municipal de Transportes e Serviços Urbanos. “Elas são diferentes das placas turísticas, que são feitas na cor marrom e contém pictogramas nas imagens gráficas. Essas seguem o padrão indicado para áreas urbanas do município”, explica.

Além de trazer os nomes originais das localidades, as placas ajudam a contar um pouco da história. Um exemplo é o Acesso Grasel, agora também identificado como Käs’schmier Pikade. Naquela região, no passado, existiam vários produtores de leite. Entre os produtos processados havia a ricota artesanal, a famosa Käs’schmier.

A lei 5.898, de 2010, prevê vários lugares da cidade recebam a sinalização bilíngue em Santa Cruz do Sul. De acordo com Silvani, as próximas placas deverão ser instaladas na localidade de Rio Pardinho.