Médicos da Santa Casa de Uruguaiana cobram salários
capa

Médicos da Santa Casa de Uruguaiana cobram salários

A categoria quer um cronograma de pagamento das remunerações em atraso desde o ano passado

Por
Fred Marcovici

publicidade

Médicos que atuam na Santa Casa de Uruguaiana, em assembleia na noite de quarta-feira, decidiram cobrar um cronograma de pagamento das remunerações em atraso desde o ano passado. O Sindicato Médico do RS (Simers), que coordenou a reunião, anunciou que notificará a diretoria da instituição solicitando os dados concretos. A categoria diz que foi dado um prazo de 90 dias para apresentação das finanças da casa de saúde e de alternativas para os pagamentos, alegando que isso não ocorreu. 

A Santa Casa está sob intervenção municipal desde 4 de janeiro. A gestora Thaís Aramburu diz que em fevereiro o hospital efetuou o pagamento de janeiro para funcionários e médicos e que quitará até o fim de março os vencimentos de fevereiro. Segundo ela, ao longo de 2018, o município repassou recursos exclusivamente para pagamento de salários de médicos. A dívida atual com médicos é de R$ 9 milhões, sendo que grande parte aguarda decisão judicial. Sobre o prazo de 90 dias, a gestora diz que não recebeu nenhuma notificação.