capa

Manifestação pede justiça pela morte de gerente de banco em Anta Gorda

Familiares de Jacir Potrich realizaram missa e caminhada neste domingo no município

Por
Correio do Povo

Caminhada percorreu as ruas de Anta Gorda em memória a Jacir Potrich

publicidade

Família e amigos do gerente do Sicredi, Jaci Potrich, morto em Anta Gorda, no ano passado, realizaram uma manifestação neste domingo pedindo justiça e celeridade no caso para as autoridades. Centenas de pessoas participaram de uma missa na Igreja São Carlos onde foi feita uma homenagem em memória à vítima. Logo após, uma caminha ocorreu pelas ruas do município até a casa onde Jaci morava com a família. 

Além dos parentes, gerentes e colegas de Jaci no banco também participaram da homenagem. O grupo levou faixas com mensagens de "Luto" e que "Justiça Seja Feita". 

Relembre o caso

O gerente do Sicredi, Jair Potrich, desapareceu após uma pescaria, em novembro de 2018. Em janeiro deste ano, um homem de 52 anos foi preso e acusado pela morte de Potrich após a conclusão do inquérito. O acusado era vizinho da família. 

Ele foi solto após um habeas corpus concedido pela Justiça, mas voltou a ser preso em abril, só que novamente a detenção durou pouco: menos de 24 horas depois, o indiciado foi liberado pela Justiça.