Mapa definitivo deixa 19 regiões em bandeira vermelha no RS

Mapa definitivo deixa 19 regiões em bandeira vermelha no RS

Apenas as áreas de Cachoeira do Sul e de Guaíba ficarão com a bandeira laranja na 30ª rodada do Distanciamento Controlado

Correio do Povo

Governo do Rio Grande do Sul anunciou que deixará 19 regiões em bandeira vermelha

publicidade

O governo do Rio Grande do Sul anunciou, nesta segunda-feira, que deixará 19 regiões em bandeira vermelha no mapa definitivo da 30ª rodada do Distanciamento Controlado. As áreas de Cachoeira do Sul e de Guaíba tiveram os seus pedidos de reconsideração de bandeiras atendidos pelo Gabinete de Crise e ficarão na bandeira laranja nesta semana. 

Segundo o governo estadual, foram enviados 11 pedidos de recursos. O Gabinete de Crise rejeitou as solicitações das regiões de Capão da Canoa, Taquara, Santo Ângelo, Santa Rosa, Passo Fundo, Caxias do Sul, Santa Maria, Porto Alegre e Bagé. As demais regiões não contestaram a classificação do mapa preliminar, em que todo o Estado ficou em bandeira vermelha. 

As regiões em bandeira vermelha são: Porto Alegre, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Capão da Canoa, Canoas, Ijuí, Palmeira das Missões, Erechim, Uruguaiana, Santa Maria, Lajeado, Santo Ângelo, Santa Rosa, Cruz Alta, Bagé, Taquara, Santa Cruz do Sul, Pelotas e Caxias do Sul. 

A vigência da 30ª rodada começa a partir da meia-noite desta terça-feira e segue até a próxima segunda-feira, dia 7 de dezembro

De acordo com o governo estadual, o pedido de Cachoeira do Sul foi aceito porque foi levado em consideração o fato de que o maior impacto na região resultou dos indicadores da macrorregião e da situação do Estado como um todo. O recurso ponderou que quase todos os indicadores da região se mostraram favoráveis ao longo da pandemia. A região ainda recebeu pacientes de outras áreas em leitos de UTI.

Já região de Guaíba também foi impactada pela situação geral do território gaúcho. Segundo o governo, houve melhora na média ponderada final em comparação com as semanas anteriores e melhora em dois indicadores da própria região, em especial o que monitora os novos casos acumulados na semana dos internados em leitos clínicos. 

A equipe que monitora o modelo de Distanciamento Controlado alertou que a capacidade de atendimento da macrorregião está bastante tensionada.

Regra 0-0

De acordo com o levantamento da 30ª rodada, o Rio Grande do Sul tem 10.725.854 habitantes, o que corresponde a 94,7% da população gaúcha (total de 11,3 milhões de habitantes), em bandeira vermelha. Desses, 194 municípios (861.438 habitantes, 7,6% da população gaúcha) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

Dos 31 municípios em bandeira laranja (603.751 habitantes, 5,3% da população gaúcha), 13 se encaixam na Regra 0-0, o equivale a 68.962 habitantes (0,6% da população do Estado). 

O levantamento completo da 30ª rodada do Distanciamento Controlado está disponível neste link


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895