Menina de 11 meses é a terceira vítima da gripe A em 2019 no Rio Grande do Sul
capa

Menina de 11 meses é a terceira vítima da gripe A em 2019 no Rio Grande do Sul

Maria Luiza Laranjeira Vieira não havia sido imunizada

Por
Stephany Sander

Campanha de vacinação contra a gripe começou em 10 de abril

publicidade

O município de Sapiranga teve o primeiro caso de morte registrada por gripe A. Maria Luiza Laranjeira Vieira, de 11 meses, estava internada no Hospital de Sapiranga. Conforme a Secretaria Estadual da Saúde, o início de sintomas na menina foi na última segunda-feira (13), data em que foi internada no hospital da cidade, com o óbito ocorrendo na quarta-feira. O resultado laboratorial como influenza A do tipo H3N2 foi confirmado na sexta-feira (17) pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde. Ainda conforme o Estado, a criança não recebeu a vacina. Esse é o terceiro caso de óbito por influenza neste ano no Rio Grande do Sul.

Por meio de nota, a casa de saúde afirma que a criança passou as últimas 12 horas de vida na Emergência da instituição com o pediatra presente e com todos os equipamentos necessários para monitoramento. Já a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e da Vigilância Epidemiológica, afirma que tomou todas as providências quanto à notificação compulsória ao Estado e precauções foram tomadas. A administração municipal lembra ainda que a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe ocorre em todas as Unidades Básicas de Saúde e de Estratégia de Saúde da Família, das 7h15min às 17h45min, sem fechar ao meio-dia.

Os outros dois casos de morte por gripe, em 2019, envolvem dois idosos: um de 71 anos, residente em São Gabriel e outro, de 79, morador de Barra do Ribeiro. Os diagnósticos foram confirmados pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) para os tipos de vírus influenza A-H1N1 e A-H3N2. Os dois idosos tinham ainda fatores de risco. O morador de São Gabriel era diabético, enquanto a residente em Barra do Ribeiro tinha uma imunodeficiência crônica.