Ministro da Infraestrutura visita obras da duplicação da ponte sobre Rio dos Sinos, na BR 116

Ministro da Infraestrutura visita obras da duplicação da ponte sobre Rio dos Sinos, na BR 116

Estimativa do Dnit é que o trabalho seja concluído ainda no primeiro semestre de 2022

Stephany Sander

Tarcísio Gomes de Freitas esteve em São Leopoldo nesta sexta

publicidade

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, esteve em São Leopoldo no final da manhã desta sexta-feira realizando uma visita técnica às obras de duplicação da ponte sobre o Rio dos Sinos, na BR 116, no km 245. 

A Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal), presidida pelo prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, aproveitou a vinda do ministro para entregar um documento solicitando a ampliação de recursos da União para obras de infraestrutura na região. 

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, ainda solicitou através de uma carta, a construção de uma alça de acesso na Avenida Dom João Becker, para ligar o bairro Vicentina a nova obra da ponte da 116. "Isso vai qualificar nosso trânsito. Ajudando a região economicamente e melhorando a mobilidade da cidade", disse Vanazzi. Tarcísio prometeu dar continuidade às melhorias na região do Vale do Sinos e estudar a solicitação.

A obra de duplicação da ponte sobre o Rio dos Sinos, em São Leopoldo, teve início em março deste ano. Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), das quatro estruturas que serão erguidas, as duas sobre o canal principal do Sinos estão com os trabalhos em andamento. Atualmente, está sendo executada a construção das travessias do sentido capital-interior. Do lado oposto da rodovia, os serviços também avançam com a implantação dos pilares e blocos.

A estimativa do Dnit é que a obra seja concluída ainda no primeiro semestre de 2022. Ao todo serão construídas quatro novas pontes, paralelas às existentes, duplicando o número de faixas de trânsito de duas para quatro por pista na BR 116. Serão duas ligações sobre o canal principal e outras duas na várzea do rio.

O trecho é hoje um dos principais gargalos no tráfego do trecho metropolitano da rodovia, onde cerca de 140 mil veículos transitam diariamente. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895