Morre o político e professor Sanchotene Felice

Morre o político e professor Sanchotene Felice

Ex-prefeito de Uruguaiana estava internado desde 8 de maio no Hospital Mãe de Deus em virtude de uma pneumonia

Por
Fred Marcovici

Sanchotene Felice estava internado desde o dia 8 de maio devido a pneumonia


publicidade

Faleceu ao meio-dia deste domingo, em Porto Alegre, o professor e político José Francisco Sanchotene Felice, 84 anos de idade. Ele estava internado desde 8 de maio no Hospital Mãe de Deus em virtude de uma pneumonia e, posteriormente, sofreu com complicações neurológicas.

Economista, sociólogo, educador, administrador público, Sanchotene Felice atuou a partir dos anos 80 na política. Foi eleito pela primeira vez como deputado Estadual em 1987, período em que assumiu a secretaria da Administração do Governo Pedro Simon e, na segunda em 2003-2004, quando renunciou para assumir a Prefeitura de Uruguaiana. Ele permaneceu no cargo entre os anos de 2005 e 2012.

Como deputado estadual foi autor da Lei dos Transplantes de Órgãos, da lei que delimita as áreas de lazer, desporto e pesca na orla marítima gaúcha, conhecida como Lei do Surfe, da Lei do Menor, que previa estímulos às empresas que empregassem menores carentes e da lei que determina a vacinação contra a rubéola. 

Sanchotene também foi presidente da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor entre os anos de 1975 e 1979. Na Febem (atualmente, Fase), aumentou de 6,5 mil para 76 mil o número de menores carentes atendidos, idealizando projetos pioneiros em todo país, como os Lares Vicinais, Centros de Bem-Estar e Profissionalização Rural.

Felice era Doutor em Ciências Econômicas e Livre Docente em Sociologia do Desenvolvimento e professor da UFRGS (Graduação) desde 1961 e também foi Pró-Reitor Acadêmico da UFRGS, por várias vezes. Ele era casado com a psicóloga Elisabete Brettas Felice e deixou três filhos: Isabel Marília (Tina), Pedro Ênio e Laura, além de netos. O velório ocorre das 9h às 13h nesta segunda-feira, na Assembleia Legislativa do Estado, e após haverá o sepultamento, no Cemitério Ecumênico João XXIII, em Porto Alegre.

O governador Eduardo Leite lamentou a passagem de Sanchotene Felice em uma rede social.

Em nota, o prefeito Ronnie Mello lamentou a morte de Sanchotene Felice e decretou luto oficial de três dias no município.