Municípios do interior do RS iniciam vacinação de crianças contra a Covid-19

Municípios do interior do RS iniciam vacinação de crianças contra a Covid-19

Candiota, que recebeu 60 doses, antecipou o início da imunização infantil

Correio do Povo

Municípios priorizam a vacinação de crianças com comorbidades ou com deficiência permanente, conforme orientação do Ministério da Saúde

publicidade

A vacinação contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos começa simultaneamente nesta quarta-feira nos municípios do Rio Grande do Sul, conforme anunciado pelo governo do estado no último dia 10. As Secretarias de Saúde de Candiota, porém, já deu início à aplicação no público infantil nesta terça-feira.

O município recebeu 60 doses na remessa inicial e foram vacinadas 30 crianças nesta terça-feira. A prioridade do município são aquelas com deficiência permanente ou comorbidades. A vacinação, mediante agendamento, ocorre na Unidade de Saúde Central, das 15h às 18h. A marcação segue disponível em link no Facebook da Secretaria Municipal de Saúde ou da prefeitura.

Em Caxias do Sul, a aplicação começa nesta quarta-feira, quando serão atendidas crianças de 5 a 11 anos com comorbidades. Na quinta, será a vez do público de 10 e 11 anos sem comorbidades. A prefeitura informou que a vacinação vai ocorrer enquanto houver disponibilidade de vacinas e que o cronograma para os dias seguintes será anunciado oportunamente. A campanha inicia-se com 2.460 doses. O município definiu nove UBSs que vão concentrar a imunização desse público e não terão oferta de testes nem de vacina contra a Covid para adultos.

No município de Capão do Leão, a vacinação começou nesta quarta pela manhã, na UBS do Jardim América. O agendamento deve ser feito pelo telefone (53) 99108-7775, das 8h às 12h.

São Lourenço do Sul 

A aplicação também começou nesta quarta-feira em São Lourenço do Sul, primeiramente para crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, além de indígenas ou pertencentes às comunidades quilombolas. O atendimento é mediante agendamento nas UBSs. Na cidade de Piratini, a prioridade é para as crianças com comorbidades e quilombolas. A vacinação ocorre nesta quarta-feira na ESF do Cancelão até às 14h30min. Já no Posto Central, a imunização deste grupo será na quinta e na sexta-feira, das 13h às 16h. Moradores do 2° e 3° distritos devem agendar com a equipe de saúde do interior ou pelo telefone (53) 99996-8566.

Em São José do Norte, a primeira etapa, a partir desta quarta, é somente para crianças com comorbidades ou quilombolas. As doses serão aplicadas mediante agendamento nas ESFs João Landell e Carlos Santos e no Posto Central, das 8h às 12h.

A vacinação de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, em Santo Ângelo, será realizada das 14h às 18h, na Secretaria de Saúde. É imprescindível apresentar laudo, atestado ou receituário médico que comprove a comorbidade da criança. As crianças não podem apresentar nenhum sintoma gripal no dia da vacinação e nem terem realizado qualquer tipo de outra vacina nos últimos 14 dias.

Em Estância Velha, também serão vacinadas neste primeiro momento, conforme determinação do Ministério da Saúde, somente crianças com deficiência permanente e com comorbidades. No caso da criança com comorbidades, é imprescindível a apresentação de um comprovante que ateste a doença.

A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância em Saúde, decidiu fechar as salas de vacina para vacinar exclusivamente às crianças, das 8h às 12h e das 13h às 16h30min. Moradores que desejam fazer vacinas da Covid ou qualquer outra do calendário vacinal devem voltar às unidades de saúde a partir desta quinta.

Estância Velha 

Para garantir amplo acesso à vacina contra a Covid às crianças e adultos, a Prefeitura de Estância Velha decidiu abrir dois postos de saúde no turno da noite, nesta quarta-feira. Das 17h às 20h, as unidades Centro e Rincão 2 estarão abertas para vacinar crianças de 5 a 11 anos com deficiência permanente e com comorbidades, e pessoas de 12 anos ou mais.

Para vacinar os filhos, os pais devem levar cartão SUS, CPF e caderneta de vacinação da criança. Para iniciar a vacinação infantil, Estância Velha recebeu um lote de 240 doses de uso pediátrico. O imunizante do laboratório Pfizer veio em um frasco de cor laranja, diferente da cor do frasco com o imunizante para adolescentes e adultos.

*Com informações dos correspondentes Celso Sgorla e Angélica Silveira

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895