Municípios do Vale do Sinos decidem manter protocolos em vigência no combate à Covid-19

Municípios do Vale do Sinos decidem manter protocolos em vigência no combate à Covid-19

Prefeitos da Amvars levaram em consideração primeiro "aviso" do governo do Estado

Stephany Sander

Decisão ocorreu após aviso do governo do Estado

publicidade

Os prefeitos da Região 7, que incluem as cidades do Vale do Sinos, decidiram por manter em vigor os protocolos em vigência, optando por não flexibilizar nenhuma atividade. A decisão levou em consideração o fato da região ter recebido seu primeiro "A" (Aviso) do Governo do Estado, classificação que deixou os gestores receosos quanto a qualquer abrandamento das regras, principalmente pelo fato dos dados epidemiológicos ainda apresentarem alta em várias cidades, especialmente no que diz respeito à hospitalização e número de infectados. “Precisamos agir com prudência. Com tantas regiões já com indicação de ‘Alerta’, temos que ser responsáveis nas flexibilizações” destacou o presidente da Associação dos Municípios do Vale do Rio do Sinos (Amvars), Luciano Orsi. 

A liberação de música ao vivo foi uma das pautas da reunião online, por conta de uma mobilização de artistas e proprietários de pubs e bares, pedindo a flexibilização. Um abaixo-assinado, solicitando esta mudança, já conta com quase 700 assinaturas.

Embora sensíveis à situação dos músicos, os prefeitos decidiram esperar pelo menos mais uma semana para voltar a discutir o tema embasados do comportamento dos dados epidemiológicos, em viés de alta. “Caso os dados sejam favoráveis construiremos protocolos específicos para essa finalidade”, avisa o presidente


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895