Municípios do Vale do Sinos se manifestam após recurso de distanciamento negado

Municípios do Vale do Sinos se manifestam após recurso de distanciamento negado

Associação visava manutenção da bandeira vermelha na região

Stephany Sander

Prefeita de Dois Irmãos pediu manutenção da bandeira laranja, mas recurso foi negado

publicidade

A presidente da  Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars) e prefeita de Dois Irmãos, Tânia Terezinha da Silva, se manifestou no final da tarde desta segunda-feira, após a ter o recurso, que pedia a manutenção da bandeira laranja, negado pelo  Gabinete de Crise do governo do Estado. "Estamos inconformados com esta situação pois não é a primeira vez que temos este retrocesso de bandeira. Não conseguimos nos planejar, quanto serviço público, visando a retomada de atividades que ainda estão paradas com essa troca", afirma ela, destacando que há leitos disponíveis. 

Conforme Tânia a região possui uma ocupação de 75% de leitos no momento. "Temos a maioria do Estado em bandeira laranja e acabamos recebendo pacientes de município fora da nossa região, o que acaba nos prejudicando. A cor da bandeira já não faz diferença. As pessoas já não ficam mais em casa", complementou, salientando que cada região deve agir com cautela e responsabilidade, sem a intervenção do modelo de Distanciamento do Estado.

O grupo de municípios, que compreende a Região 7, ainda aponta inconsistência na contagem dos óbitos. Mesmo em bandeira vermelha, a região adotará o sistema de cogestão, que possibilita a aplicação dos protocolos próprios que já vinham utilizados na última bandeira vermelha.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895