Municípios em bandeira vermelha se preparam para recorrer
capa

Municípios em bandeira vermelha se preparam para recorrer

Distanciamento Controlado segue causando polêmica entre prefeitos do Interior

Por
Correio do Povo

Municípios como Caxias devem recorrer de bandeira vermelha


publicidade

Prefeitos de diferentes cidades do Estado já se preparam para apresentar curso contra a bandeira vermelha. Conforme modelo de Distanciamento Controlado atualizado nesta sexta-feira, 10 regiões permanecem em risco alto de contágio. 

A região de Caxias é uma das que deve entrar com pedido de revisão. Conforme a Associações dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), o recurso deve ser apresentado ao governo do Estado já neste sábado. 

O prefeito de Caxias do Sul, Flavio Cassina, afirma que todos os esforços estão sendo tomados, incluindo abertura de novos leitos na cidade. ""A preocupação é muito grande e não temos outra alternativa a não ser recorrer novamente para continuarmos trabalhando de forma regular, principalmente o comércio e os serviços que são os mais afetados com essa mudança", ponderou.

Outra região que deve recorrer é Santo Ângelo. Em sua página no Facebook, o vice-prefeito chegou a defender a abertura do comércio em cidades com menos de 90 mil habitantes no Estado. 

Bruno Hasse pediu que o setor produtivo não seja afetado, mesmo com a classificação de bandeira vermelha. “Ninguém se preparou melhor do que o comércio, a indústria e a construção civil com a compra de equipamentos de proteção pessoal e protocolos de higienização e segurança”, assegurou.


A partir de agora, as regiões e os municípios têm até domingo de manhã para enviar recursos e pedidos de reanálise para uma posterior classificação. O resultado sai na segunda e o período de vigência das novas bandeiras inicia na terça.