Obras de hospital veterinário devem iniciar em março em Campo Bom

Obras de hospital veterinário devem iniciar em março em Campo Bom

O hospital será destinado para as aulas práticas do curso de Medicina Veterinária

Por
Stephany Sander

Os investimentos somam R$ 15 milhões e o projeto segue as normativas do Conselho Regional de Medicina Veterinária e da Vigilância Sanitária Estadual


publicidade

As obras do Hospital Veterinário Feevale, na cidade de Campo Bom, estão previstas para iniciar em março. O espaço será construído em um lote de mais de sete mil metros quadrados, doado pela Prefeitura Municipal, localizado na Alameda da Inovação, no Câmpus III da Universidade Feevale. O hospital será destinado para as aulas práticas do curso de Medicina Veterinária, implantado na instituição em agosto de 2018. A conclusão dos trabalhos, incluindo a instalação de móveis e equipamentos, deverá ocorrer em agosto deste ano.

Segundo o coordenador do curso de Medicina Veterinária, Fernando Spilki, os investimentos somam R$ 15 milhões, e o projeto segue as normativas do Conselho Regional de Medicina Veterinária e da Vigilância Sanitária Estadual. “Além de ser uma estrutura indispensável à formação de nossos alunos e um novo polo de serviços de referência para os animais na região do Vale do Sinos, o Hospital será um espaço para investigação científica e inovação em saúde animal e humana”, afirma.

A obra será composta por duas edificações, com espaços para atividades práticas do curso e atendimentos hospitalares aos animais como a recepção dos clientes/tutores dos animais, sala de atendimento dos animais de pequeno porte, salas de aula, laboratórios e espaços para o atendimento de animais de grande porte. Terá também ala cirúrgica com blocos para pequenos e grandes animais, ala de internação, sala de diagnóstico por imagem, farmácia veterinária hospitalar, ala de oncologia e fisioterapia e setor de preparo de rações, além de uma área de campo para manejo de grandes animais, também estão previstas. O projeto ainda contará com a utilização de energias renováveis, como placas solares para aquecimento da água e geração de energia e reaproveitamento da água da chuva.


Alunos do curso de Medicina Veterinária já desenvolvem ações junto aos animais do Canil Municipal de São Leopoldo, que poderão ser ampliadas com o início das operações do hospital. Além disso, famílias de baixa renda terão acesso aos serviços gratuitamente para com os seus animais de estimação.