Obras de revitalização da Casa Vidal, em Taquara, devem ser concluídas em 2020
capa

Obras de revitalização da Casa Vidal, em Taquara, devem ser concluídas em 2020

Cadastrado na Lei de Incentivo à Cultura, a primeira fase da obra conta com patrocínio de seis empresas da região, que terão benefício fiscal de 100% do valor repassado ao projeto

Por
Stephany Sander

Projeto de revitalização é minucioso e contará com um valor total de R$ 2,5 milhões

publicidade

Iniciadas em agosto do ano passado, as obras de revitalização da Casa Vidal, na cidade de Taquara seguem em andamento e com expectativa da primeira fase do projeto ser concluído no próximo ano. O imóvel, considerado o mais antigo da cidade, foi construído em 1882 e passa por melhorias que, no último dia 21, foram acompanhadas pelo Ministério Público do município, através de uma vistoria da promotora de justiça Ximena Cardozo Ferreira.

De acordo com Cristina Seibert Schneider, gestora cultural da Patrimonium Gestão e Produção Cultural e Forma Arquitetura, empresa responsável pelo projeto de revitalização, o projeto de revitalização é minucioso e contará com um valor total de R$ 2,5 milhões. Cadastrado na Lei de Incentivo à Cultura (LIC), a primeira fase da obra conta com patrocínio de seis empresas da região, que terão benefício fiscal de 100% do valor repassado ao projeto da LIC/RS: a Usaflex, Calçados Bibi, Pirisa, F. H. Comasetto, Embutidos Smaniotto e Rede Müller.

"Ainda nos falta R$ 280 mil para a conclusão da primeira etapa da obra, que envolve todas as etapas de edificação do prédio", destaca Cristina. A Casa Vidal, que deverá ainda receber um elevador e locais com acessibilidade universal, abrigará o acervo do Museu Municipal, do Arquivo Municipal e da Biblioteca Pública Municipal, além de salas para oficinas culturais, para exposição museológica, de apoio para atendimento ao público em geral e cafeteria.