Polícia Civil monta força-tarefa para investigar homicídios em Bento Gonçalves
capa

Polícia Civil monta força-tarefa para investigar homicídios em Bento Gonçalves

Chacina ocorrida em um bar no bairro Municipal na sexta-feira, 7 de junho, deixou cinco mortos

Por
Nicholas Lyra

Chacina ocorreu em um bar no bairro Municipal

publicidade

A Polícia Civil de Bento Gonçalves montou na manhã desta segunda-feira uma força-tarefa para investigar os cinco homicídios ocorridos na cidade, na sexta-feira, 7 de junho. A chacina ocorreu em um bar localizado no bairro Municipal.

A informação foi confirmada pelo delegado responsável pela 2ª Delegacia de Polícia Civil de Bento Gonçalves, Alvaro Pacheco Becker. O delegado regional de Caxias do Sul, Paulo Roberto da Rosa, esteve em Bento na manhã de hoje para definir a criação da força-tarefa.

Segundo Becker, seis policiais trabalharão no caso. Além dos agentes da 2ª DP, serão utilizados investigadores da 1ª DP de Bento e da Polícia Civil de Garibaldi. De acordo com Becker, o delegado regional colocou-se a disposição para, se houver necessidade, acrescentar novos policiais ao caso.

Ainda conforme o delegado, a principal linha de investigação é a disputa por um ponto de tráfico de drogas no local, entre duas facções de Bento Gonçalves. Segundo Becker, trata-se de um território conflagrado, com brigas recorrentes entre traficantes. 

Em 2018, foram 52 homicídios no município, quase todos ligados ao tráfico de drogas. "As investigações estão em fase inicial, algumas oitivas já foram feitas, mas a lei do silêncio impera nesses casos", explicou Becker.