Prédio de UPA em Três Passos deverá ter nova destinação
capa

Prédio de UPA em Três Passos deverá ter nova destinação

Prefeitura aguarda a aprovação de projeto para implantar um Centro Integrado de Atendimento pelo SUS

Por
Agostinho Piovesan

Prédio de UPA em Três Passos deverá ter nova destinação

publicidade

O prédio que abrigaria a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Três Passos deverá sediar as atividades do Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (CIAC/SUS) a partir de junho. Segundo o prefeito José Carlos Amaral, o projeto para a utilização do imóvel foi protocolado no último dia 3 no Núcleo Estadual do Ministério da Saúde. 

Conforme ele, como o plano foi montado de acordo com as orientações do ministério, deve ser aprovado, o que está previsto para ocorrer nas próximas semanas. O município fez as adequações necessárias e submeteu o projeto ao Conselho Municipal de Saúde, à Comissão Intergestora Regional e à Comissão Bipartite no Estado, sendo aprovado nessas instâncias. “Vamos implantar e estruturar serviços qualificados de saúde com capacidade de atender ao usuário do SUS do município de forma integral, resolutiva e contínua”, destaca.
 
O Centro vai funcionar das 7h30min às 19h, com previsão de atender 180 pessoas diariamente. O local integrará uma unidade de Estratégia Saúde da Família, o Núcleo de Apoio à Saúde da Família e os Serviços Centrais de Assistência Farmacêutica, de Imunização e de Transporte Sanitário. Amaral diz que as ações seguirão as normas específicas de cada política ou programa, utilizando os custeios já existentes. 

A mobilização para que o município recebesse uma UPA de porte I iniciou-se em 2009. As obras físicas ocorreram entre 2012 e 2014. Os equipamentos e mobiliários foram adquiridos em 2017 e 2018. Em 2017, a Famurs e a Confederação Nacional dos Municípios mobilizaram as prefeituras que tinham UPAs fechadas a fim de pressionar o Ministério da Saúde a editar um portaria que flexibilizaria, posteriormente, a utilização das estruturas, tendo como justificativa a insuficiência de recursos para o financiamento dos serviços. Na oportunidade, o prefeito de Três Passos coordenou o movimento, sendo o município o pioneiro na construção de um projeto para utilização da estrutura.