Prédios públicos de Uruguaiana ganham iluminação especial no mês do Outubro Rosa
capa

Prédios públicos de Uruguaiana ganham iluminação especial no mês do Outubro Rosa

A decoração foi elaborada com material reciclável, gerando um custo de apenas R$ 100 reais

Por
Fred Marcovici

Palácio Barão do Rio Branco, que é sede da prefeitura municipal

publicidade

Em alusão ao “Outubro Rosa”, a administração municipal de Uruguaiana inaugurou, na noite dessa quarta-feira, a iluminação rósea em prédios públicos. Foram integrados a campanha o Palácio Barão do Rio Branco, que é sede da prefeitura municipal, Policlínica Central e Secretaria de Saúde, UPA, SAMU e Ponte Internacional. Os adornos foram elaborados com material reciclável gerando um custo de apenas R$ 100 reais. “A ideia é chamar a atenção da comunidade para um mês tão especial à saúde. Devemos falar no assunto o ano inteiro, mas neste momento, em razão da mobilização nacional, que o envolvimento das pessoas é maior, as ações devem ser mais pontuais”, diz o prefeito Ronnie Mello.

O Outubro Rosa é um movimento internacional de conscientização para o controle da doença, criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure. É celebrado anualmente, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, além de contribuir para a redução da mortalidade. No período, todas as unidades de Estratégias de Saúde da Família (ESFs) estão engajadas na campanha. O mês dedicado à prevenção e combate ao câncer de mama e de colo de útero tem programação especial nos mais diferentes setores, sendo que na Saúde, os atendimentos são intensificados.

Segundo o secretário adjunto de Saúde, cardiologista José Luiz Saldanha, as pacientes dos postos estão sendo orientadas a realizarem os testes e exames especializados para identificação de possíveis casos da doença. “Enfermeiras e médicos que assistem pacientes diretamente nos bairros da cidade estão habilitados à realização de exames citopatológicos do colo do útero, o Papanicolau, e o exame da mama. O câncer deve ser diagnosticado precocemente permitindo um índice maior de cura e mais qualidade de vida das mulheres”, diz.

A coordenadora das ESFs, Liliam Stumm, enfatiza que em casos de pacientes com patologia familiar da doença, as estratégias realizarão o encaminhamento para exames mais detalhados como a mamografia computadorizada ou mesmo a ressonância magnética. Vale destacar que é de praxe o encaminhamento de mulheres, com idade superior aos 40 anos, para realização dos referidos exames.

O Dia D acontece neste sábado. “Todas as unidades e o Posto Central com a carreta da saúde, estarão mobilizados para atender o público das 8h às 14h, quando todas as mulheres terão a oportunidade e acesso ao atendimento”, conclui Saldanha. Os exames de mamografia ou mastografia são realizados na Santa Casa de Caridade.