Praças sofrem furtos de doze bancos em Farroupilha
capa

Praças sofrem furtos de doze bancos em Farroupilha

Secretário Gilberto Amarante acredita que ladrões retiram o ferro e usam como moeda de troca com drogas

Por
Celso Sgorla

Praça da Bandeira sofreu furto de nove bancos

publicidade

Um fato inusitado chamou atenção dos frequentadores de duas praças do centro da cidade de Farroupilha: o furto de nove bancos de ferro da Praça da Bandeira e três da Praça da Matriz. Conforme o Secretário de Desenvolvimento Urbano, Infraestrutura e Trânsito, Gilberto do Amarante, a ação ocorreu ao longo dos últimos dez dias. Ele informa que os bancos levados têm um custo para o município de cerca de R$ 300 cada um. Além disso, o secretário relata que, apenas em 2019, 15 bocas de lobo foram furtadas na cidade, cuja unidade vale R$ 75.

O secretário explica que os assentos furtados da Praça da Bandeira são em madeira com a estrutura de ferro fundido e estavam parafusados no chão. De acordo com Amarante, os ladrões desmontam o banco, retiram o parafuso e levam apenas a parte de ferro, deixando as madeiras no local. Ele acredita que o ferro retirado sirva como moeda de troca de usuários de drogas. Amarante adianta que os bancos serão repostos, só que feitos de concreto.

A prefeitura registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil e pretende ampliar o número de servidores da Guarda Municipal. Hoje, a cidade tem três servidores nesta área. O delegado Rodrigo Morale disse que a investigação está em andamento e são buscadas imagens de câmeras de monitoramento das proximidades para tentar identificar a autoria dos furtos.