Prefeito de Caxias de Sul defende novas flexibilizações nos critérios da cogestão

Prefeito de Caxias de Sul defende novas flexibilizações nos critérios da cogestão

Adiló Didomenico propõe que restaurantes funcionem no mesmo horário que supermercados

Celso Sgorla

Didomenico enviou um ofício defendendo novas flexibilizações na cogestão

publicidade

O prefeito de Caxias do Sul, Adiló Didomenico, defende novas flexibilizações para funcionamento de mais duas atividades na cidade, em linha com o sistema de cogestão do Distanciamento Controlado. Em um ofício encaminhado à presidência da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste, ele propõe que restaurantes com serviços à la carte e rodízio funcionem nos mesmos horários de supermercados e outros comércios de alimentos.

Para operar nestas condições, os estabelecimentos deverão manter o controle na circulação, adotando medidas como o limite de ocupação de 40 pessoas, a proibição da formação de filas e observância das demais normas sanitárias e de segurança já estipuladas. Outra demanda é a liberação de funcionamento dos cursos livres, considerando seu caráter profissionalizante. O prefeito afirma que a vedação de operação dessa modalidade de ensino prejudica, inclusive, a capacitação de quem busca vaga de trabalho.

O chefe do Executivo solicitou que as sugestões sejam gestionadas pelo presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste, Fabiano Feltrin, junto ao governador Eduardo Leite. “Essa mínima flexibilização vai ao encontro, tanto dos cuidados da saúde da população, quanto para possibilitar que esses estabelecimentos funcionem e se mantenham, ainda que precariamente, no aspecto financeiro”, disse. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895