capa

Prefeitura de Alvorada intensifica ações contra descarte irregular de lixo

Os resíduos são deixados em áreas públicas, de Preservação Permanente e na beira de arroios

Por
Fernanda Bassôa

Os descartes acontecem em áreas públicas

publicidade

Diante dos frequentes registros e denúncias sobre a colocação de resíduos em locais impróprios, a Prefeitura de Alvorada intensificou ações e fiscalizações para combater o descarte irregular de lixo na cidade. Em apenas uma semana a Secretaria do Meio Ambiente registrou três descartes em uma mesma área pública que fica ao lado da Unidade Básica de Saúde, no bairro Jardim Algarve. De acordo com a titular da pasta, Ângela Amaral, os descartes acontecem com mais frequência em áreas públicas, de Preservação Permanente (APP) e na beira de arroios. “Muita caliça, além de pneus, eletrônicos, lixo orgânico e restos de poda. As ocorrências têm acontecido em maior número no bairro Maris e Barros, na rua Estocolmo, na Bezerra de Menezes e no bairro Jardim Algarve.”

Amaral diz que os flagrantes são difíceis, mas a prefeitura tem contado com a colaboração da população que tem feito denúncias. “Os moradores têm se incomodado com a quantidade de lixo, pois prejudica a livre circulação das pessoas e contribui para a proliferação de animais peçonhentos e ratos. Geralmente a denúncia vem com imagens ou vídeos, com dia e horário, o que facilita a identificação do infrator. Assim que identificado, ele é procurado pela secretaria, notificado e, se realmente existir materialidade, é emitido o auto de infração, que pode variar de R$ 50 a R$ 50 milhões." A média das multas em Alvorada é de R$ 5 mil. O valor varia de acordo com o tipo de resíduo (inerte ou perigoso), se o descarte é feito no final de semana, se o local é uma APP. “Já identificamos pessoas vindas de Porto Alegre e empresas de Gravataí, além dos próprios moradores de Alvorada. É preciso ter consciência que o descarte irregular de lixo se configura delito.” Denúncias podem ser feitas pelo WhatsApp (51) 99125-1993.