Prefeitura de Cachoeirinha projeta normalizar recolhimento de lixo até o final de semana

Prefeitura de Cachoeirinha projeta normalizar recolhimento de lixo até o final de semana

Serviço ficou paralisado por oito dias na cidade

Fernanda Bassôa

publicidade

O recolhimento do lixo em Cachoeirinha, cujo serviço voltou a operar na cidade desde o último sábado, segue nesta terça-feira, feriado de Nossa Senhora Aparecida, com ajuda de cinco caminhões, duas caçambas e uma retroescavadeira. O secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Valdir Mattos, explica que a cidade ficou oito dias sem o serviço e que em apenas dois dias de trabalho foram recolhidas mais de 150 toneladas de lixo doméstico. 

“Nós tínhamos contrato com duas empresas, uma delas que fazia a limpeza manual e outra o serviço mecanizado. Hoje, contamos com o contrato emergencial apenas de uma empresa que faz a coleta manual. Cada rota tem três dias de lixo acumulado. É preciso que a comunidade tenha paciência, pois o serviço vai chegar na sua rua.” 

Segundo ele, inicialmente, foram priorizadas as principais avenidas e também o hospital – pontos mais críticos. “No domingo, o aterro fechou e o serviço teve que ser interrompido. Entretanto, os trabalhos foram retomados na segunda-feira e seguirão normalmente até o final da semana. Hoje, estamos fazemos todos os bairros.”

O secretário ainda explica que o setor de compras está trabalhando na elaboração de um contrato emergencial de uma empresa mecanizada, mas, segundo ele, é preciso que haja interessadas. As antigas empresas que faziam o recolhimento do lixo tiveram suas atividades e contratações suspensas em 1º de outubro após o Ministério Público deflagrar operação que culminou no afastamento do prefeito Miki Breier. As investigações ainda estão em andamento e seguem em segredo de Justiça.  


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895