Prefeitura de Erechim reforça a atenção à saúde mental no período de pandemia

Prefeitura de Erechim reforça a atenção à saúde mental no período de pandemia

Desde 2010, as equipes especializadas em saúde mental já realizaram mais de 60 mil atendimentos

Agostinho Piovesan

O município conta com uma equipe Multiprofissional de Atenção Especializada em Saúde Mental

publicidade

A Administração Municipal de Erechim, no Norte do Estado, informou que fortaleceu a estrutura de atendimento na área de saúde mental da população, levando em conta a realidade da pandemia do Covid-19. O município conta com uma Equipe Multiprofissional de Atenção Especializada em Saúde Mental (AMENT) e vem fortalecendo o investimento que inclui psicólogos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), além de aumentar o apoio nas ações de cuidado à saúde mental e neste momento, de enfrentamento a pandemia da Covid-19 para médio e longo prazo.

Segundo o prefeito Paulo Polis, é muito importante o trabalho que vem sendo realizado pela equipe multiprofissional e isso mostra que o município de Erechim está preocupado em ampliar a prevenção e atenção à saúde mental. “Muita gente vai precisar desse atendimento devido aos dias difíceis que estamos passando com a pandemia, e nossa equipe técnica está pronta para oferecer o cuidado que nossa população merece”, observa.

Desde 2002, Erechim mantém em funcionamento uma rede de atenção psicossocial alinhada com as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) e os preceitos da Reforma Psiquiátrica, que inclui o Centro de Atenção Psicossocial Renascer (CAPSII), o Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Outras Drogas (CAPSad), e um Ambulatório de Saúde Mental.

Recentemente, a Secretaria Municipal de Saúde, baseado na Nota Técnica nº 01/2020 que institui a AMENT, habilitou o município a esse reforço de atenção à saúde psicológica. “É uma regulamentação para garantir aos munícipes, apoio psicológico e psiquiátrico, visando oferecer respostas adequadas em saúde mental e atenção psicossocial de acordo com seus marcos conceituais, metodológicos, jurídicos e assistenciais”, disse a diretora de Ações e Serviços de Saúde Mental, Juliana Deboni Conci.

A secretária da Saúde, Eclesan Palhão, afirma que a mudança implementada pela Prefeitura de Erechim, com a inserção dos psicólogos dentro das Unidades Básicas de Saúde desde janeiro de 2021 já representa um grande avanço. Foram contratadas duas novas psicólogas e três médicos psiquiatras à equipe da Secretaria de Saúde. “Nós reconhecemos a importância deste trabalho, aumentamos a equipe técnica e colocamos em questão o modo de fazer saúde mental como especialidade”, observa.

Desde 2010, as equipes especializadas em saúde mental já realizaram mais de 60 mil atendimentos de psicologia e psiquiatria, evidenciando a importância do serviço, sobretudo no momento pandêmico.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895