Prefeitura de Três Passos vai investir R$ 300 mil para minimizar impactos da Covid-19
capa

Prefeitura de Três Passos vai investir R$ 300 mil para minimizar impactos da Covid-19

Serão adquiridas, ainda, duas mil cestas básicas para famílias de baixa renda

Por
Agostinho Piovesan

Prefeito José Carlos Amaral recebe o plano de ações da Secretaria Municipal de Assistência Social

publicidade

O prefeito de Três Passos, José Carlos Amaral anunciou a liberação R$ 300 mil, recursos próprios do município, para investir em políticas públicas de assistência social, visando amenizar a situação causada pela pandemia de Covid-19. Uma das principais ações que compõem o Plano de Contingência da Assistência Social, às famílias de baixa renda, está a aquisição de duas mil cestas básicas que serão montadas especialmente para esta situação para garantir o sustento neste período de isolamento social e de suspensão de atividades não essenciais na busca de controlar o contágio.

“Esse momento exige dos governos um esforço sobre-humano para minimizar os impactos causados pela pandemia e nosso município vai abrir mão de executar ações que já estavam pactuadas, a fim de prestar este socorro à vida humana”, disse Amaral.

O chefe do Poder Executivo anunciou, ainda, a criação de uma Conta Solidária para recebimento de recursos financeiros para atenuar a crise econômica das famílias. “Será uma conta corrente, a qual quem quiser doar dinheiro poderá efetuar depósito bancário”, detalha.

Outra ação que começa a ser implementada é a criação do Banco de Alimentos e de Higiene e Limpeza, para doação de gêneros alimentícios e de higienização, em locais específicos. A central de recebimento será o Centro de Convivência Irmã Dulce na Feicap, das 8h às 12h, e àqueles que preferirem podem ligar para o número do plantão da Assistência Social (999 066 220), que a equipe técnica vai na casa da pessoa buscar, para evitar saídas e aglomerações. Também, haverá postos de coletas em supermercados.

Segundo o prefeito, com esta iniciativa, articulada através do Plano de Contingência da Secretaria de Assistência Social, Três Passos está criando ações governamentais voltadas para toda a classe trabalhadora informal (chapas, empregadas domésticas, serviços gerais, carpinteiros, calceteiros, etc.), por meio de medidas que reafirmam a garantia de direitos mínimos sociais, básicos e essenciais, mas que são de extrema importância para, mesmo em meio a toda essa pandemia, continuarem a ter uma vida digna e protegida.

A secretária de Assistência Social, primeira-dama Fabiane Amaral, disse que o público alvo são as famílias inscritas no CAD Único, que estejam recebendo benefício assistencial do Programa Bolsa Família, bem como, famílias em situação de vulnerabilidade social em virtude do novo coronavírus.

A equipe técnica da secretaria de Assistência Social enfatiza que os trabalhadores informais que estejam em situação de vulnerabilidade, podem ligar para o número do plantão da pasta, onde cada caso específico e demanda será analisada e verificada. O Plano foi concluído nessa quarta-feira, dia 25 de março, pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Assistência Social e apresentado ao prefeito, José Carlos Amaral e ao vice-prefeito, Jorge Leandro Dickel.