Programa Farmácia Solidária é aprovado pela Câmara de Vereadores de Canoas

Programa Farmácia Solidária é aprovado pela Câmara de Vereadores de Canoas

Texto propõe incentivar a doação de remédios não utilizados pela população

Fernanda Bassôa

Proposta é que o programa funcione como um serviço complementar à assistência farmacêutica

publicidade

Foi encaminhado ao prefeito Jairo Jorge, na tarde desta quarta-feira, o projeto de lei aprovado na Câmara de Vereadores de Canoas que prevê a criação do Programa Farmácia Solidária no município. 

O texto, de autoria do vereador Alexandre Duarte, aprovado por unanimidade, propõe incentivar a doação de remédios não utilizados pela população e o recolhimento de medicamentos vencidos, ou sem condições de uso, para descarte correto. 

A proposta é que o programa funcione como um serviço complementar à assistência farmacêutica, sob coordenação do Gabinete do Prefeito e com apoio das Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Cidadania e Meio Ambiente. "O nosso projeto tem o objetivo de alcançar as pessoas que precisam de um tratamento e não conseguem comprar seus medicamentos", disse o vereador Duarte.

Os medicamentos recebidos em doação deverão passar por rigorosa triagem orientada e acompanhada por um profissional farmacêutico. Quanto à economia, segundo Duarte, o projeto vai trazer um grande benefício para os cofres públicos. “Como legislador, é dever meu propor projetos que desenvolvam nossa cidade", concluiu o vereador.

O prefeito tem 15 dias para avaliar o projeto de lei, sancionando ou vetando a proposta. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895