Projeto Parque Rua da Praia avança em São Leopoldo
capa

Projeto Parque Rua da Praia avança em São Leopoldo

Será criado um espaço voltado para a educação ambiental

Por
Stephany Sander

Projeto que autoriza a doação do imóvel para a administração municipal foi aprovado na última semana

publicidade

São Leopoldo deu mais um passo para colocar em prática o projeto do Parque Rua da Praia. Localizada de frente para o rio do Sinos, a via já abriga o Museu do Rio, e pelo projeto, criará um espaço voltado para a educação ambiental e a contemplação do manancial.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Darci Zanini, são várias frentes que potencializarão o espaço, fazendo a comunidade se voltar novamente para o rio, tão importante para o desenvolvimento da cidade. “Além do museu já existente, restauraremos a Casa Roessler, onde morou o ambientalista Henrique Roessler, criando um espaço para a ecologia”, explica ele.

Na última semana, foi aprovado o projeto que autoriza a doação do imóvel para a administração municipal. O imóvel vai agora passar por reformas e melhorias para abrigar a Casa de Cultura Ecológica Roessler, projeto que já está sendo desenvolvido pelo arquiteto Analino Zorzi. “Neste momento histórico, esta ação tem um significado ainda maior, pois celebramos os 65 anos da União Protetora da Natureza, no próximo dia 1º de janeiro. O movimento foi criado em 1955, e foi a primeira entidade de combate a agressão ambiental do Brasil”, salientou Zanini.

A revitalização da rua da Praia, que sofria com alagamentos constantes em períodos de chuva, começou no ano de 2005 com a desapropriação e restauração do prédio do antigo Cais do Porto de São Leopoldo, que hoje abriga o Museu do Rio. Em 2017, a via passou por obras de revitalização com ciclovia e espaço para a contemplação do rio, faltando agora ações voltadas para a educação ambiental.