Protesto ocupa ERS 240 contra instalação de pedágio em Capela de Santana

Protesto ocupa ERS 240 contra instalação de pedágio em Capela de Santana

Município lançou petição pública online pedindo mudança do local

Stephany Sander

Município lançou petição pública online pedindo mudança do local

publicidade

Manifestantes protestaram, no fim da tarde desta terça-feira, na ERS 240, contra a possível instalação de uma praça de pedágio em Capela de Santana, no Vale do Caí. Convocada pelo prefeito Alfredo Machado e vereadores do município, o ato durou 1h e ocorreu no quilômetro 25 da ERS 240, no bairro Divisa.

A manifestação, que foi acompanhada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), não chegou a bloquear o tráfego de veículos pois ocorreu no acostamento e em parte de um terreno às margens da estrada. Além das autoridades de Capela de Santana, representantes dos municípios próximos, como Montenegro e São Sebastião do Caí, também estiveram no local.

Em conjunto, o Executivo e o Legislativo da cidade lançaram uma petição pública online pedindo que o pedágio não seja instalado na cidade. Uma audiência pública também ocorre nesta sexta-feira, às 18h30, para tratar do tema.

Segundo a administração municipal, o pedágio estava projetado para Montenegro, para a localidade de "Muda Boi", porém sem comunicar o município de Capela de Santana, o Estado definiu por mudar o local da futura cobrança.

Através de nota, a Secretaria Extraordinária de Parcerias do Estado informa que a praça seria depois da entrada para Capela de Santana, numa região rural. Ou seja, os moradores continuarão podendo ir e vir de Porto Alegre sem pagar. O Estado diz também que a localização foi definida após avaliação e estudos técnicos.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895