Quaraí enfrenta cheia do rio que banha o município

Quaraí enfrenta cheia do rio que banha o município

Mais de 900 pessoas tiveram que deixar suas moradias

Fred Marcovici

Rio Quaraí transbordou nesta quarta-feira e novas chuvas devem agravar a situação

publicidade

Após o rio no município de Quaraí, na Fronteira-Oeste, transbordar devido à últimas chuvas e atingir áreas ribeirinhas, 908 pessoas tiveram de deixar suas casas. As famílias buscaram os abrigos – Piquete Orelhano, CTG Sentinela do Jarau e Grêmio Olímpio Giudice –, casas de parentes ou amigos ou foram para barracas próximas às margens. O rio Quaraí media 12,45 metros no fim da tarde desta quarta-feira, apresentando os primeiros sinais de recuo. 

Segundo a secretária municipal de Assistência Social e Cidadania, Patrícia Moraes, a pasta está arrecadando cobertores, lençóis, travesseiros e colchões para distribuição à população em vulnerabilidade em decorrência das cheias. Os contatos para as doações são (55) 3423-1447 ou 3423-2727. A vacinação foi suspensa nesta quarta em razão da enchente. 

Em Alegrete, devido à inundação do rio Ibirapuitã, 16 famílias buscaram apoio da Defesa Civil. Cinco se alojaram em outros pontos da cidade, seis solicitaram lonas e cinco pediram auxílio para mudança. Os bairros Vila Nova, Santo Antônio, Ibirapuitã, Capivari e Assunção são os mais afetados. O nível ontem chegou a 9,40 metros na ponte Borges de Medeiros e a 10,37 m no bairro Vila Nova. Segundo o coordenador da Defesa, Renato Grande, número expressivo de famílias saiu por conta própria.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895