Região da Serra vai recorrer de bandeira vermelha no mapa preliminar do Distanciamento Controlado

Região da Serra vai recorrer de bandeira vermelha no mapa preliminar do Distanciamento Controlado

Mapa prévio classificou 13 regiões do Estado como alto risco para contaminação do coronavírus

Celso Sgorla

A Amesne irá monitorar semanalmente a situação epidemiológica dos municípios, bem como suas ações de combate ao vírus e estratégias de divulgação e conscientização

publicidade

O presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste do Estado (Amesne) e prefeito de Cotiporã, José Carlos Breda, informou que será encaminhado um recurso com dados coletados diariamente pelo Observatório Regional de Saúde para solicitar a reversão da classificação em bandeira vermelha para a região da Serra Gaúcha no modelo de Distanciamento Controlado

Nesta sexta-feira, na 29ª rodada, o mapa preliminar atribuiu para a região de Caxias do Sul alto risco de contágio depois de ver aumentar a ocupação de leitos de UTI. Houve cinco registros a mais, de uma semana para outra, em tratamento intensivo tanto para casos de Covid-19 (de 74 para 79 pacientes) como para SRAG (90 para 95 pessoas). 

A região teve queda de 74 para 65 no total de leitos de UTI livres entre um levantamento e outro e houve aumento no acumulado de sete dias nas hospitalizações em leitos clínicos, de 111 para 137 pacientes.

Também nesta sexta-feira  a Amesne realizou reunião online com prefeitos, secretários de saúde, médicos e membros do Observatório Regional de Saúde para debater a situação epidemiológica da macrorregião da Serra e definir ações de prevenção ao Coronavírus.

José Carlos Breda afirma que, durante a reunião, foi solicitada a colaboração das autoridades para que cada município reforce a capacidade de atendimento aos pacientes Covid, promova campanhas de conscientização e alerte a sua população para a importância de procurar o atendimento médico imediatamente ao notar os primeiros sintomas da doença.

A Amesne irá monitorar semanalmente a situação epidemiológica dos municípios, bem como suas ações de combate ao vírus e estratégias de divulgação e conscientização.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895