Região de Caxias apresenta recurso e demonstra confiança no retorno para bandeira laranja

Região de Caxias apresenta recurso e demonstra confiança no retorno para bandeira laranja

Presidente da Amesne, José Carlos Breda, vê melhorias em praticamente todos os indicadores da região da Serra

Celso Sgorla

Presidente acredita que houve melhorias em praticamente todos os indicadores da região da Serra

publicidade

A Associação dos Municípios da Encosta Superior Nordeste (Amesne) entrou com recurso contestando os dados do Comitê de Crise do Estado que colocou a região Caxias do Sul na bandeira vermelha no mapa preliminar do Modelo de Distanciamento Controlado. Segundo o prefeito de Cotiporã e presidente da Amesne, José Carlos Breda, o recurso está muito bem fundamentado, mostrando que houve melhorias em praticamente todos os indicadores da região da Serra.

Ele cita a estabilidade nas internações por Síndrome Respiratória Aguda nos últimos 21 dias, a queda das internações em leitos clínicos, a redução das internações em leitos de UTI e o aumento no percentual de pacientes curados. Breda salientou ainda que a região está atendendo pacientes de outras regiões, além disso, melhorou o indicador de projeção de óbitos e aumentou a capacidade de atendimento em 22%.

“São vários indicadores que dizem que a região da Serra vem estabilizando com forte tendência de melhora. No recurso, apontamos exatamente a situação”, frisou o presidente da Amesne.

Ele afirmou ainda que a expectativa e a convicção é de que o Estado reveja a decisão e que mantenha a Região Caxias do Sul na bandeira laranja. Sobre a proposta de cogestão do modelo de distanciamento, José Carlos Breda, informou que ela está sendo construída e deve ser finalizada nesta semana.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895