São Borja desenvolve ações para lembrar 66 anos de morte de Getúlio Vargas

São Borja desenvolve ações para lembrar 66 anos de morte de Getúlio Vargas

Todas os eventos serão online, considerando as medidas de prevenção ao novo coronavírus

Fred Marcovici

A visitação à exposição será por meio das redes sociais com acesso aos conteúdos pela página da Secretaria de Cultura

publicidade

O Museu Getúlio Vargas, em São Borja, na Fronteira Oeste do RS, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (SMCTEL), promove a exposição virtual "A Pluralidade Cultural na Era Vargas" para registrar os 66 anos de morte do presidente Getúlio Vargas, que acontece na próxima segunda-feira.

Todas as ações serão online, considerando as medidas de prevenção ao novo coronavírus. A visitação à exposição será por meio das redes sociais com acesso aos conteúdos pela página da SMCTEL. A Era Vargas, entre os anos de 1930 e 1954, poderá ser revisitada por meio de fotos e vídeo. Também em homenagem a Vargas, o poeta Rodrigo Bauer vai recitar poema inspirado na vida e obra do mandatário. Nas incursões pelas salas do museu, podem ser conferidas as diferentes fases da Era Getuliana. O passeio virtual é um retorno à primeira metade do Século XX, relembrando Vargas em família; o samba ‘Exaltação’, de Ary Barroso; o futebol brasileiro, o cinema nacional; a Era do Rádio (Radionovelas, Show de Calouros; A Voz do Brasil e o Repórter Esso).

O Rádio no Brasil nas décadas de 1930, 40 e 50, era o principal veículo de comunicação, ambiente que envolveu o momento que Getúlio chega ao poder. Voltando à mesma época, ocorrerão duas apresentações musicais femininas: da cantora Marlene, Rainha do Rádio e da cantora, atriz e dançarina Carmen Miranda.

As interpretações, agora, serão da artista são-borjense Maria Luísa Gelatti. A exposição de homenagem a Vargas ainda terá Villa-Lobos com o Canto Orfeônico, que buscava a formação de um público mais letrado em arte. A Moda Feminina, o surgimento da TV Tupi, a indústria fonográfica, a imprensa e a literatura também estarão presentes. A programação ainda terá participação de artistas locais como Inês Coletto Piantá, Rafa Vieira, Gracco Bonetti, Rossini Rodrigues e Rafael Rodrigues, expondo suas obras.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895