São Leopoldo gasta mais de R$ 350 mil com restauro de vandalismo
capa

São Leopoldo gasta mais de R$ 350 mil com restauro de vandalismo

Polícia Civil está investigando danos a chafariz da praça Tiradentes

Por
Stephany Sander

Reformas são realizadas pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Serviços Urbanos

publicidade

A Prefeitura de São Leopoldo já gastou mais de R$ 350 mil em ações de restauro a locais e itens públicos alvos de vandalismo desde o início do ano. O valor poderá ser ainda maior, já que esses valores foram destinados à reforma de espaços sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Mobilidade e Serviços Urbanos.

Segundo o titular da pasta, Sandro Della Mea Lima, está em andamento um levantamento junto às Unidades Básicas de Saúde, que seguidamente são arrombadas. "Em breve teremos total do que já foi gasto por conta das depredações e ainda lançaremos uma campanha, pedindo que a população auxilie no trabalho de conscientização", explica ele.

Na última semana, três locais diferentes do município foram danificados. Bancos da praça do bairro Cohab-Duque foram quebrados, lâmpadas de LED ao longo da Avenida Mauá foram destruídas, assim como o chafariz Centenário, localizado na Praça Tiradentes, foi quebrado. "Esse item tem um valor histórico e cultural para a cidade", salienta Sandro, lembrando que todas as praças da cidade estão passando por serviços de revitalização.

A Polícia Civil está investigando o caso do chafariz, considerado o mais grave, através de oitivas e análise das imagens de câmeras de videomonitoramento da região. Conforme a investigação, um grupo de cinco pessoas teria cometido o crime na madrugada da última segunda-feira. Após a ocorrência, equipes da Guarda Municipal estão reforçando a segurança em alguns pontos da cidade.