Santa Casa de Alegrete faz vaquinha on-line para troca de equipamentos
capa

Santa Casa de Alegrete faz vaquinha on-line para troca de equipamentos

A meta é arrecadar R$ 150 mil para melhorar UTI adulta do complexo hospitalar

Por
Fred Marcovici

Dívidas da instituição somam hoje R$ 140 milhões.

publicidade

A Santa Casa de Caridade de Alegrete, na Fronteira-Oeste do Rio Grande do Sul, está recorrendo à “vaquinha eletrônica” visando adquirir novos equipamentos para a UTI adulta da instituição. Os aparelhos que monitoram os sinais vitais, entre outros, destinados aos pacientes internados nos oito leitos da unidade, maior parte do SUS, datam de 20 anos atrás, ficando gradativamente ultrapassados. A manutenção dos equipamentos é cara e chega a custar R$ 30 mil por ano.

A meta da “vaquinha” é arrecadar R$ 150 mil para a aquisição de novos maquinários e qualificar a assistência aos doentes. A administração lembra ainda dos possíveis riscos que o Covid-19 (Coronavírus) representa e que pode agregar novos cenários aos serviços do hospital.

A Santa Casa enfrenta sérias dificuldades financeiras e a divída da instituição soma hoje R$ 140 milhões. Quem quiser contribuir, pode acessar o endereço eletrônico e realizar sua doação.