Secretaria de Educação adia novamente retorno das aulas presenciais em Uruguaiana

Secretaria de Educação adia novamente retorno das aulas presenciais em Uruguaiana

Ainda sem data marcada, a tendência é que a volta ocorra em março, junto com a rede estadual

Fred Marcovici

publicidade

A prefeitura de Uruguaiana e a Secretaria Municipal de Educação definiram que o retorno das aulas presidenciais deverá ocorrer em março. Em reunião com o vice-prefeito de Uruguaiana, Fernando Tarragó, a secretária municipal de Educação, Maria Helena Machado, apresentou as diretrizes e objetivos para o ano letivo de 2021.

De acordo com a professora Maria Helena, a volta das aulas presenciais ainda não tem data definida. Anteriormente, o retorno estava previsto para 22 de fevereiro, juntamente aos colégios particulares. Entretanto, foi prorrogada para o período da volta da rede estadual.

A secretária também destacou a importância de englobar e estimular as atividades via online e por diferentes plataformas. “Essa forma de trabalho veio para ficar. Os trabalhos online são uma ótima forma de congregar um número maior de pessoas e otimizar a produtividade”, disse.

O Centro de Operações de Emergência para a Educação (COE) também foi lembrado na oportunidade. De acordo com Max Castelhano, secretário da pasta, fez um trabalho fundamental de avaliação das condições dos locais para a retomada segura das aulas no formato tradicional. Outro ponto lembrado durante a reunião foram os seminários via internet realizados pela Secretaria durante os últimos meses.

Um deles foi o “Práticas Exitosas na Pandemia”, destinado a profissionais que trabalham com a Educação Infantil. As conversas abordaram desafios, oportunidades, conquistas e reflexões tanto no âmbito pessoal e profissional. A secretária Maria Helena Machado também citou as reformas e qualificação na parte estrutural das escolas. Pinturas, ampliação dos espaços, consertos na parte hidráulica e consertos nos telhados foram algumas realizações nos últimos meses.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895