Sem participar da cogestão, São Leopoldo adotará protocolos da bandeira preta

Sem participar da cogestão, São Leopoldo adotará protocolos da bandeira preta

Ary Vanazzi anunciou que município não adotará "lockdown" como pretendia, mas vai impor "toque de recolher" a partir da quarta-feira

Stephany Sander

publicidade

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, anunciou nesta segunda-feira que irá adotar os protocolos da bandeira preta do Distanciamento Controlado – já que o município preferiu por não adotar o sistema de cogestão junto da Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars).

Além disso, o gestor anunciou um "toque de recolher" a partir das 20h de quarta-feira. Em publicação nas redes sociais, Vanazzi disse que uma nova reunião, entre o Comitê e representantes de diversos setores comerciais, está prevista para esta terça-feira a fim de detalhar todas as ações que serão aplicadas no município. 

Ainda segundo Vanazzi, o Comitê Municipal de Atenção ao Coronavírus optou, através de votação, por não realizar o "lockdown". "Iremos detalhar, nos próximos dias, quais atividades serão restritas na cidade a partir de quarta-feira, juntamente com a aplicação do toque de recolher que vai ter início ás 20h da quarta", explica Vanazzi.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895