Situação da RSC 472 motiva pedido de obras emergenciais

Situação da RSC 472 motiva pedido de obras emergenciais

Documento encaminhado à Assembleia e ao Daer solicita melhorias no trecho em Santa Rosa

Por
Correio do Povo

Asfalto apresenta deformidades entre o trevo da ERS 344 e BR 372


publicidade

A RSC 472 no município de Santa Rosa está com o asfalto irregular. O trecho da rodovia federal, que é de responsabilidade do Estado, abrange a extensão a partir do trevo da ERS 344, que liga Santa Rosa a Porto Mauá, até a BR 472, interligando a cidade a Três de Maio. 

Diante do cenário, a vereadora Lires Zimmermann protocolou um documento na Assembleia Legislativa, pedindo ajuda a deputados estaduais para intermediar solicitação de providências ao governo estadual. Ela explica que no trecho circulam ônibus que levam estudantes para três instituições de ensino superior da cidade. 

Também passam pela RSC caminhões que carregam e descarregam produtos no Distrito Industrial Multissetorial. Além disso, a rodovia dá acesso ao porto internacional em Porto Mauá. “É uma queixa da comunidade. Por isso, por meio da Câmara, protocolei pedido na Assembleia, na prefeitura da cidade, no Departamento Autônomo de Estadas de Rodagem (Daer) e na Secretaria Estadual de Obras”, relata ela.


A vereadora está no aguardo do retorno dos pedidos protocolados. Segundo Lires Zimmermann, o Daer informou que a dotação orçamentária deste ano já acabou e, por isso, é preciso esperar 2020, mas não houve garantia de disponibilidade de recurso. Ela destaca que o trecho também completa o anel rodoviário do município, o mais desenvolvido da região.