Supermercado comercializa álcool 80% por álcool gel 70% em Pelotas
capa

Supermercado comercializa álcool 80% por álcool gel 70% em Pelotas

Fotos circularam pelas redes sociais mostrando o produto em embalagem e coloração diferente das normalmente utilizadas

Por
Angélica Silveira

publicidade

Um supermercado localizado na estrada que liga o Centro de Pelotas a Praia do Laranjal foi autuado, na manhã desta quinta-feira, pela Vigilância Sanitária do município por comercializar álcool gel 80% por álcool gel 70%. Além da Vigilância Sanitária, o Procon e o Ministério Público receberam a denúncia de consumidores. 

O Ministério Público acionou a Vigilância Sanitária que foi até o local e não encontrou nada. Ainda pela manhã, o diretor de Vigilância em Saúde recebeu novamente a denúncia no celular e mandou uma equipe novamente ao local. “Eles encontraram três frascos no depósito e o estabelecimento foi autuado por vender produto sem procedência. Era um frasco que dizia álcool gel 70% e era álcool 80% usado muitas vezes para acender churrasqueira”, relatou.  

O diretor confirmou que o dono do supermercado terá 15 dias para se defender. “Como ele reincidente a autuação já gera multa, que ele deve recorrer para não pagar. Foi aberto um processo administrativo sanitário”, confirmou. Fotos circularam pelas redes sociais mostrando o produto em embalagem e coloração diferente das normalmente utilizadas e conhecidas.  

Conforme o proprietário do estabelecimento, Joanes Bock, os produtos não estavam expostos quando os fiscais da Vigilância Sanitária estiveram no local e sim em seu escritório. O Ministério Público está fazendo as devidas apurações.  

Durante a tarde, os funcionários do Procon estiveram no local novamente para comprovar se o produto não estava sendo vendido novamente. “Vimos que os produtos já haviam sido recolhidos e não foram novamente comercializados”, relatou o coordenador executivo do Procon de Pelotas, Nélson Soares.  

Bock admitiu o erro. “Meu repositor errou, viu este álcool no depósito sem rótulo e achou que podia colocar a etiqueta de 70% que seria mais eficaz que o verdadeiro álcool gel 70%. O apreendido é álcool gel 80%”, disse

Ele afirma que as unidades vendidas estão sendo recolhidas. “Eu não estava no estabelecimento então não sei quanto foi vendido, mas peço desculpas aos clientes pelo equivoco do meu funcionário negligente. Estamos resolvendo o problema e ressarcindo aqueles que se sentiram prejudicados”, finalizou.