Três funcionários feridos em explosão de restaurante em São Leopoldo recebem alta
capa

Três funcionários feridos em explosão de restaurante em São Leopoldo recebem alta

Cozinheira, de 51 anos, que teve cerca de 40% do corpo queimado, está no Hospital Cristo Redentor de Porto Alegre em estado estável

Por
Stephany Sander

Restaurante onde ocorreu a explosão não tinha PPCI

publicidade

Dos quatro funcionários de um restaurante feridos por conta de uma explosão de gás em São Leopoldo, na manhã de terça-feira, três já tiveram alta. Segundo a assessoria de imprensa do Hospital Centenário, para onde foram levados os feridos pelo Samu, as duas jovens de 18 anos que tiveram queimaduras nos braços e nas mãos foram liberadas ainda na noite de terça-feira.

O terceiro funcionário ferido foi liberado após passar por exames oculares no Hospital de Pronto Socorro da Capital. Já cozinheira, de 51 anos, que teve cerca de 40% do corpo queimado, está no Hospital Cristo Redentor de Porto Alegre em estado estável.

Localizado em frente a Praça da Biblioteca, na rua Saldanha da Gama, o restaurante não tinha Plano de Prevenção Contra Incêndios (PPCI), segundo o Corpo de Bombeiros de São Leopoldo. O proprietário foi notificado, ainda na tarde da terça-feira, e tem um prazo de 30 dias para obter o documento ou está sujeito a multa. Até que esta situação seja resolvida, o estabelecimento permanecerá fechado.